UNIMPB e o mercado profissional

Hoje em dia o mercado profissional exige cada dia mais dos aspirantes a uma vaga em empresas boas. Agora já não basta mais a fluência numa segunda lingua, práticas administrativas e pacote Office completo, tem que trazer no seu currículo Axé, Jorge Ben e Djavan.
Isso sem falar em noções de Araketu. 
Aê aê aê… Ei, ei ei!!
UniMPB é o canal. Avaliado com a nota MI pelo MEC, hauhauaa…
Toma Rumo Guri!!

Show do intervaio

Quem é o pior?
a) O zagueiro que recuou todo errado a bola.
b) O goleiro que necessita urgente de senso e uma redinha entre as pernas
c) O atacante que jogou na trava de frente pro gol e sem ninguém?
d) A mãe desses infelizes desportistas que não botou os filhos para estudar e ter uma profissão =Pp

Peladeiro é peladeiro não importa aonde.

Toma Rumo Guri!!

Banido do servidor

Hoje em dia rola por aí muitos jogos onlines. Alguns mais psicodélicos que outros. Todos são extremamente guardados por administradores preocupado com o que a juventude de hoje em dia lê na net (Mas nao o que joga, vide Colheita maRdita) e prontos para banirem qualquer boca suja. Um cara se deu mal quando foi experimentar o tal jogo e notou que era um monte de pinguins roxos…

Poxa, a reflexão dele foi tão sincera!

Toma Rumo Guri!!

Real Porn

Sabe aquele lance que você vive sonhando e que acha que vai acontecer um dia? Do tipo mulheres-bombeiras ou ainda a entregadora de pizza gostosa que te dá mole? Veja que, se isso acontecesse na vida real, não seria tão legal assim:

Esquentar pizza assim ficou meio nojento mesmo… Mas era calabresa, hehe.
Para meninas, esqueçam os encanadores. Seria entrar pelo cano…

Toma Rumo Guri!!

800

Ah, o 8… Número que quando se deita se transforma no infinito… Wtf?!

Chegamos ao post de numeração 800, e como já virou modinha nessas postagens comemorativas, nada melhor do que brindar o nobre leitor com uma das minhas montagens toscas a la mestre do MS-Paint.
Muitas pessoas ficam se perguntando como é possível um blog tão ruim (Não na opinião da minha mãe =Pp) chegar a tantos posts e como eu consigo achar tempo para postar com toda essa correria de minha vida de, como vocês sabem, modelo… Bem, eu admito: Sou um cyborg. Não durmo, não como, não bebo, não… Ah, paremos por aqui porque também sou filho de Deus. ^^ E é com a verdadeira face do cyborgão T800 que completo esse momento mais do que inútil, mas mesmo assim mais um marco do TRG. Sorria:

Hasta la vista, Guri!! Toma Rumo Guri!!


War

Não, não é nenhum comentário em cima de alguma nova edição do jogo de tabuleiro. O ser humano se destaca em perversidade entre os seres vivos, pois é o único que mata os seus próprios semelhantes, outros seres vivos e destrói seu próprio meio apenas por qualquer finalidade que não a alimentação ou defesa. É maldade, é ganância, é pura crueldade requintada… Os homens pegam seus trabucos e vão a luta do que querem… Seja o preço que for. é uma pena…
Achei muito interessante esse vídeo que mostra as guerras que aconteceram nesse mundo um pouco sórdido desde determinada data. Pra quem se amarra em história é um prato feito… As explosões mostram a densidade da mesma, o numero de vitimas de determinada guerra. Vale ressaltar que as maiores barbáries acontecem no século 20. Também que a maioria das guerras ocorreram na Europa, porém era onde o mundo sempre pôs seus olhos, talvez muita documentação ou até informação de outros continentes tenham se perdido ou não conhecidas tenham sidas. Porém é fato que a Europa sempre se meteu em muito problemas para seu crescimento mercantil, industrial, revolucionário, hegemônico… Ah, e o escambal.

Acho que era desnecessário falar para MIM isso hoje, mas…

Toma Rumo Guri!!

Entrevista Web – Com Emannuela Galvão

 Em momento algum tive más intenções. Minha intenção em tuitar é contar meu dia a dia, o que eu faço, o que eu sinto, o que vejo, as vezes sou até detalhista demais.

O blog TRG tem orgulho de ser um site de humor. Porém se engana quem pensa que apenas isso nos satisfaz. A paixão pelo jornalismo ocasionalmente nos assola e somos acometidos pelo ímpeto de irmos atrás de notícias e entrevistas que fogem um pouco do cotidiano de nossas postagens sobre o mundo dos games, hq’s e nerdices em geral. Com esse senso que nos envolve, já fizemos grandes feitos, como por exemplo algumas coberturas de eventos e o maior projeto do TRG até hoje: O Repórter 3 Perguntas, no qual entrevistamos pessoas da garbosidade e importância da Martha Medeiros, Rosane, Rafael da MTV… Etc… Que tais entrevistas podem ser vistas CLICANDO AQUI.

Enfim, apesar do tempo corrido, faz algum tempo que pensava em fazer mais algum projeto desses. O R3P ainda me inspira a fazer uma continuação, mas ainda não agora. Daí pensei, por que não entrevistar pessoas que do nada caem na grande rede, esse mundo caótico e viral que transforma meros anônimos em pseudo-celebridades. Mas na verdade não é uma depreciação isso, e sim tentar entender um pouco do tipo de notícias que bombam pela internet e entender pela própria rede aquilo que ela construiu. De que adianta sabermos pelo William Bonner o que aconteceu com fulano que fez tal coisa na net se não teremos os amíudes que apenas a grande rede nos proporciona? Ah, lê logo essa p#$% e não amola… =Pp

Entrevistada: Emannuela Galvão, a guria que tuítou no ENEM.

Nos últimos dias fomos expostos a milhares de erros grosseiros no processo seletivo denominado ENEM, no qual de prova para avaliação de qualidade se transformou no vestibular universal que o governo tenta emplacar, mas se muito sucesso no lado logistico da coisa. Acompanhe, se você não viu, um pouco do que aconteceu: Notícia de pessoas desestimuladas pelo ENEM.
O ENEM então foi por alguns dias uma incerteza e agora ao que parece vai ser validado mesmo com tantos erros e quem se sentiu prejudicado poderá refazer o exame. Claro que jamais que de todos os prejudicados todos vão ser justiçados. Existem variáveis que não poderão ser contornada. Seja como for, esperamos pelo melhor…
Outra notícia que caíu na boca do povo, geek principalmente, foi a falha na segurança da prova que teve durante sua realização troca de mensagens pela rede social Twitter. Uma das pessoas que Tuitou durante a prova é a Emannuela Galvão, que gentilmente aceitou uma entrevista para expor o seu lado. Se mostrou uma pessoa alegre, de bem com a vida e que nada mais fez do que trocar mensagens durante seu tédio até o limiar do tempo do certame. Confira na íntegra a entrevista (Que no final teve nosso tradicional humor) cedida:

RepórterWeb – Alguns grandes portais e o próprio MEC divulgaram em seus canais de comunicação que alunos haviam tuítado durante o Enem. Você seria uma delas, embora possa ter sido feito após a realização da prova ou mesmo outra pessoa com a conta. A grande dúvida é: Você tuítou mesmo durante o Enem?
Emannuela Galvão – Durante o Enem não, mas sim na sala de aula, nos dois dias

RepórterWeb – Como fez tal feito, não haviam desmontado seu celular?
Emannuela Galvão – Sim, no sábado eu guardei o celular na hora da distribuições das provas, quando estavam chegando perto da minha fileira, tirei o relógio e guardei o celular. No domingo foi diferente, o fiscal pegou o celelular tirou a bateria, e me pediu para guardar separados, celular, bateria e capa. Daí usei a expressão desmontar porque não havia outro nome para o feito que coubesse na retuitada.

RepórterWeb – Foi intencional? Já sabia que iria usar o Twitter ou ocorreu no momento do certame?
Emannuela Galvão – As vezes que usei o twitter na sala de aula, não foi intencional, por respeito ao trabalho dos fiscais. Só aguardei chegar a hora da entrega das provas tuitando sem nem imaginar que seria tão sério

RepórterWeb – O MEC divulgou no seu Twitter que tais alunos poderiam ser processados pelo INEP? Alguém da Educação chegou a entrar em contato com você?
Emannuela Galvão – Até agora não. Quanto a isso eu não tenho medo. Já que uma vez eles fizeram algo muito mais grave que foi deixar nossos dados exposto no site por dias. Isso a gente engoliu, sendo verdadeiro caso para processo.

RepórterWeb – Você teve medo do processo? Qual a sua idade? Seus pais temeram responder por seu ato?
Emannuela Galvão – Como já citei na questão acima, não tenho medo. Tenho 26 anos, fui criada pela minha avó, minha mãe e minha avó são professoras do estado, não tive convivência com minha mãe, minha avó faleceu, moro só com meu avô com 80 anos de idade, me sinto independente para resolver qualquer problema meu.

RepórterWeb – A palavra fraude é muito forte para uma pessoa recém saída do ensino médio, parece-me mais uma travessura do que qualquer outra coisa… Qual sua intenção em tuítar?
Emannuela Galvão – Acho forte demais, porém não acho cabível ao meu caso. Em momento algum tive más intenções. Minha intenção em tuitar é contar meu dia a dia, o que eu faço, o que eu sinto, o que vejo, as vezes sou até detalhista demais. No sábado mesmo, na sala eu tive vontade de tuitar algo e até postei algo do tipo “ia falar uma coisa mas a justiça ta de olho” foi mais ou menos isso. Eu tenho plena consciência do perigo e além de tudo tenho carater e dignidade.

RepórterWeb – Você acabou sendo mais uma das webcelebridades brasileira… Houve muitos contatos? Teve algum caso engraçado?
Emannuela Galvão – Houve contato sim, jornalistas me ligaram, outros pediram que quando eu resolvesse abrir a boca, que eles fossem os primeiros… rsrs. E o engraçado foi as pessoas dizendo que eram minhas fãs… E eu ganhei um novo apelido ” a tuiteira”

RepórterWeb – Você parece uma pessoa de muito bom humor e calma. Você é sempre assim?
Emannuela Galvão – Eu sou sim… Minha personalidade é muito fácil de ser reconhecida por ser simples e única.

RepórterWeb – O que você acha da liminar e dos rolos no qual o Enem está envolto esse ano? Acha que deveria ser cancelado?
Emannuela Galvão – Acho que os responsáveis pelo desenvolvimento do Enem, deveriam ser mais inteligentes assim quanto eles nos cobram nas elaborações das questões. Parece que quanto mais acontece uma coisa, mais desvalido fica.
RepórterWeb – Alunos que se esforçaram na prova do Enem criticam duramente posições como a sua colocando em risco a validade da prova. O que você acha disso?
Emannuela Galvão – Como já falei, não tive intenção nenhuma e muito menos idéia de tal repercussão e seriedade. Se eu tivesse sido a causadora da validade do Enem, eu ia me sentir tão suja quanto tivesse matado alguém. Eu me jogaria pra tapa mesmo.

RepórterWeb – Como está seus estudos? Foi bem na prova?
Emannuela Galvão – Estou tentando vestibular, esse é meu terceiro enem, só tiro uma notinha boa nas redações, na objetiva sou ruim mesmo.

RepórterWeb – Você pretende cursar qual curso?
Emannuela Galvão – Direito.

RepórterWeb – Acha que sua atitude é um alumiar para questões frageis como a segurança do processo seletivo?
Emannuela Galvão – Espero que não. Apesar de eu não ter entendido claramente esta pergunta.

RepórterWeb – Qual sua opinião sobre o Enem?
Emannuela Galvão – Não sei… não vou julgar se não sei como realmente acontece os preparativos das provas. Mas vendo o externo é algo desprovido.

RepórterWeb – O blog TRG é um site de humor para nerds. Você é uma geek? Tem algumas manias nerds que gostaria de comentar?
Emannuela Galvão – Não, kkkkk… Quer dizer, acho que não… Me sinto uma pessoa simples e totalmente normal.

RepórterWeb – Você pretende furar qual grande sistema da próxima vez?
Emannuela Galvão – Nenhuma… os próximos são dignos de respeito. Total respeito. A partir de agora tratarei com toda seriedade.

RepórterWeb – Afinal, você ajudou o Tiririca a fraudar o teste de leitura?
Emannuela Galvão – Rsrs como assim? Eu tuitei algo desse tipo foi? Se foi não me lembro, sempre brinco lá.

RepórterWeb – Você tem alguma ligação com o Banco Panamericano?
Emannuela Galvão – Não.

RepórterWeb – Você sabe o que foi o 9 Termidor?
Emannuela Galvão Não

RepórterWeb – o MEC no seu Twitter disse que os alunos que tuítaram iam “dançar”. Você dançou muito? Emannuela Galvão – Dancei ontem na boate. Dancei muito no novo show da Wanessa Camargo.

RepórterWeb – Ah! Aliás o MEC se retratou pela mesma rede social. O que você achou disso?
Emannuela Galvão – Se igualou e foi mais um incentivo para usar mais ainda o Twitter.

RepórterWeb – Quer mandar algum recado? Uma moral da história? O espaço é seu…
Emannuela Galvão – O recado é: Nenhum aluno é merecedor de tal eliminação, desde que não tenham usado o Twitter como fraude, passar questões para outro ou tirar fotos como foi feito. Acho que apenas aqueles que tuitaram sem nenhuma maldade, deveria continuar no Enem. Pois tantas vezes o Enem furou com a gente, e agente perdoou, sem as merecidas revoltas…Então, acredito que como eles direito de consertar o erro, nos também temos. Como diz o ditado “Errar é humano, mas persistir no erro é burrice” Então eu quero melhorar, eu quero provar seriedade. Quem o INEP o MEC também sejam dígnos disso.

Agradeço pela entrevista cedida, Emannuela Galvão. O intuito da entrevista e do post creio ter sido alcançado, visto que vímos a notícia um pouco mais humanizada, menos daquela vítima do tubarão chamado internet que dilacera sua vítima mostrando apenas o esqueleto já destroçado da notícia. Vestimos a mesma com musculos, pele e personalidade para mostrar que tudo que acontece tem um lado que ninguém vê, mas que vale a pena conhecer. Não cabe a ninguém julgar, tomamos nossas próprias decisões, pois elas se apresentam a nossa frente e temos que enfrentá-las da melhor maneira possível. Espero que o MEC arrume o ENEM e que se possível nossa amiga Emannuela possa ter sua nova chance no ENEM.

Toma Rumo Guri!!