O óbvio…

…Só os gênios o enxergam! Não é o caso dos marqueteiros oficiais, e sim dos internautas com tempo livre.

 

Imaginei alguma trilogia parecida com algum filme das Brasileirinhas. Né? 


Toma Rumo Guri!!

Rock in Rio

Enquanto isso no Rock in Rio…

Clique AQUI para continuar.

Vais dizer que não é menos entediante que a Claudia Leite? Haha.
To indo pra Acapulco amanhã (Ou Floripa, vamos ver), mas to deixando posts programado para seu deleite no fim de semana. Se tiverem por SC e me verem me façam um favor: Me ignorem, hauhauaa. Bom findi a todos!

Toma Rumo Guri!!

Multiverso RS – Comic-Con #notyet

 Cobertura Toma Rumo Guri (De Baunilha)


Saudações nerds das querências virtuais. Nesse fim de semana, embalado pelo feriadão oriundo da Semana Farroupilha, aconteceu o maior evento do mundo nerd: As fotos peladinhas da Scarlett “Viuva Negra” Johansson vazaram na internet. Ah, também aconteceu um evento mixuruca em Porto Alegre com nome de evento grande. 
 “-Ei”, dirá você nobre mancebo que curte o lance do Naruto ter nove rabos, “você está axincalhando com um evento super legal que eu me amarrei.” Problema é o seu, meu compromisso é com a verdade. Tá, não tenho compromisso nenhum com porra nenhuma, mas sinceramente o evento deixou muito a desejar. Não se diferenciou em nada dos já habituais findis de animes e nem ao menos conseguiu ser do mesmo porte me fazendo pensar que tá mais para pseudo-evento de anime e não uma Comic-Con RS. A menos que o Multiverso dê um significado ao pé da letra e seja algo do estilo Superman>Bizarro. Aí poderiamos conversar sobre o sentido da coisa…

“Toasty”

Comic-Con?!


Comecemos por aqui e paremos. O porquê de ter o mesmo nome do evento apíce nerd do mundo inteiro é uma incógnita para mim. E de nada adiantou isolar o x, ainda ficou ridículo para caramba. Está certo que a proposta era ter um acontecimento diferente, mais focado nos quadrinhos (Sim, comics, dãã), porém isso não nos leva a acreditar que só porque era sobre gibis que isso dava o direito de se achar alguma vertente da CC em terras brazucas, quiçá gaudérias. Poxa, se a Comic-Con é o que é hoje foi porque foi construindo sua imagem durante os anos como uma excelente feira com conteúdo e se a Multiverso queria aprender com a CC que fosse na parte de valorizar uma marca.  Acharia mais plausivel se fizessem um nome próprio e que fossem construindo esse nome com os anos, todos seriam mais pacientes e daria uma significação maior que simplesmente copiar o nome no carão. Se alguém souber um motivo do nome ser Comic-Con também pode me xingar nos comentários , mas por favor me expliquem antes o motivo então. Até segunda ordem para mim chama-se Multiverso RS. 


Convidados


Aqui quero deixar uma coisa clara. Respeito o trabalho de todos, minha opinião jamais refletirá uma verdade absoluta e nem ao menos com ela pretendo desmerecer o esforço de alguém. Mas pô, Maurício Saldanha? Até a convocação que ele fez para o evento me deu vergonha alheia. Dublador não sei o nome do Lanterna Verde? I know, right? Noooo… Fábio Yabu é legalzinho, mas não sustenta um evento. Por incrível que pareça os que mais “brilharam” foram os roteristas de HQ’s, como os da Turma da Mônica. Por mil planos infalíveis, hein? 

Espaço


O lugar onde aconteceu o evento foi bacanudo, visto que como não tinha lá muita gente não teve filas, nem incomodações maiores. Fora que o cenário já hospedou outros acontecimentos nerds como o AX, então não tinha como dar errado (Clique nas imagens para ampliá-las).

Vamos ao Multiverso-RS então…

Lojinhas:

O dia estava bonito, tinha sol e as ameaças dos meteorologistas não fustigariam os nerds, não até o fim da tarde de domingo, ou seja dava pra se esbaldar. Eu tive o pé atrás sobre o evento e esperei ter as primeiras opiniões ao fim do sábado para arriscar-me a ir e então domingo liguei para a @bezer_rinha e lá fomos nós com sede de diversão. Ao contrário do AX onde fomos de imprensa, nesse fomos bem como turistas mesmo, prontos para uma diversão descompromissada. Mas foi só pôr os pés no Colégio Marista São Pedro que meu indicador começou a clicar indiscriminadamente qualquer ser fantasiado. Infelizmente esses eram raros e escassos, mesmo assim alguns bem criativos. Ah, sim. Tinha os Narutards também. Uffe!

Então, minhas experiências retratam o que ocorreu no domingo e geralmente em eventos esse é um dia mais agitado e divertido que o sábado com mais cosplays e mais coisas acontecendo. Se a lógica prevaleceu posso dizer que foi meio parado demais. Mesmo assim deu para extrair risadas, encontrar algumas caras velhas e se empolgar em alguns eventos aleatórios.

O primeiro passo foi adentrar as lojinhas que já tem seu lugar delineado no colégio Marista. O evento era de comics, mas nitidamente os stands não estavam preparados para a mudança de nicho e acabaram forçadamente nos oferecendo os mesmos produtos nipônicos de sempre como as lojinhas de tocas, de mangá e até uma descarada lojinha de venda de sushi!! Haha, mesmo assim tinha umas camisetas legais, mas por corte de verba só levei um mangá do Tenchi Muyo em inglês do balaio. É a vida…
Mesmo assim tinha alguns itens muito legais e alguns desses “brinquedos” você vê a seguir:

 

Na falta de atividades e convidados melhores por parte do evento as salas alternativas conseguiram um certo destaque. Caras velhas, mas com o mesmo pique de sempre. A sala dos Jedis marca presença em todos os eventos de animes e sempre estão com as salas do Conselho aberta para uma discussão sobre a senilidade do George Lucas ou para falar de porquê a nova trilogia de Star Wars não é Star Wars. Aliás, acho que os caras dessa salinha devem estar de saco cheio da minha cara pois sempre pergunto pra alguém o que acharam da nova trilogia, haha. Pelo menos dessa vez pude falar sobre as adições horriveis na saga original. “Noooooooooo!!”, Huhu… Mas então, a sala tem bastante “brinquedinhos”, um poster, sabres e fantasias para tirar fotos bem divertidas (Não, não tem slave Leia) e um cofrinho onde o R2-D2 rouba sua moeda no carão, além de ficar sabendo da existência de uma balada caracterizada a la Star Wars. Pode isso, Arnaldo?
Outra turma do bem, é o pessoal da Aliança Comics que dessa vez estavam em casa. Teve a tradicional rifa valendo canequinha, teve quiz valendo canequinha (=p) e teve um bate-papo filosófico sobre super-heróis que pareceia bem nerd (E não, não davam a canequinha). Aliás, tinha só 2 gurias no meio daquela nerdaiada mão-peluda. Eu, nerd master acertei só 10 questões de 20. Porém antes que me atirem a primeira dragonball, a meu favor tenho que a maioria das questões era sobre fase de HQ que eu não acompanho mais, a da Paninni caça níquel. Fora isso os que empataram em primeiro fizeram 15, então tá mais que bom, huhu…
Rola fotinho? Ah, rola…

Salinha Star Wars:

Salinha Aliança Comics (Gibi):

Cosplays:

O que seria de um evento nerd/otaku/gibimanáco/punheteiro sem os famigerados costumes play? Pois então, aí entra uma peculiaridade sem tamanho. Quase, e leia bem, eu diss que quase…, não tinha cosplays no Multiverso RS. Sim, alguns estavam adequadamente trajados com seus originais trajes, mas a maioria dos cosplay da cidade acho que foram para a praia, tentando achar uma solução lógica. Sábado teve o concurso de cosplays, mas pelo que vi de um vídeo também não tinha lá muita coisa a mais não. Embora realmente até nos eventos de animes eles estejam em extinção nesse evento foi sacanagem né…
Como disse anteriormente eles pelo menos usaram a criatividade como por exemplo o cosplay de Lobo que tava bem legal (Em sua jaqueta ele mandava os Fanboys se fuderem), as gurias do South Park (OMG, they killed Kenny – You busters!!) e o Capitão Gustavo América, cujo nome eu sei porque tava escrito no lombo da esposa dele. Com todo respeito ^^ (família super gente boa, todos muito simpáticos, inclusive a filha dele que foi o xodó do evento). Me recuso a tirar fotos de Narutards, portanto temos poucas fotos e só faltou as meninas do X-men e da mulher do Lobo, a Zatanna que não tirei foto por medo da @bezer_rinha me bater…
Poxa, Comic-Con… Isso tem que ter cosplay!! Seguem as fotos…

 
Pelo menos não teve aqueles cosplayers que acham que tão te fazendo um favor posar e se pudessem cobrariam cada disparo de flash. Todos super solicitos, ponto pro galerê.

Entrevistas:

Tá, pode até não ser muito profissional da minha parte, mas não assisti aos convidados. Então procurem um blog mais péla-saco para ver com detalhes as entrevistas mais entusiasmantes do que assistir o Faustão num domingo de ano novo. Porém assisti a entrevista do roterista da Turma da Mônica e foi a melhor dentre tudo que aconteceu nesse (es)quesito. Tanto que até arrisquei perguntar algumas coisas para o convidado. Perguntei se o Mauriciola (O grande) ainda escrevia (Sim, o Horácio só ele escreve pelo lado poético da coisa), se os roteristas iniciantes pegavam Penadinho, Piteco, etc… para escrever enquanto os roteristas com cancha assumiam as falas da turminha principal (E antes que falem qualquer coisa ele disse que sim!) e se eles empacavam como burro perto do trigo (Não nas frases do chaves, é claro) com o assunto do politicamente correto como o caso do Cascão que perdeu sua essência ao tomar banhos ocasionais na puberdade (Até tenho conversado pelo Twitter com o Sidney Gusman a respeito, huhu…
Também o próprio Gusman deu a dica para quem quer ser roterista: Tem no site da Turma da Mônica uma seção para mandar roteiro, isso sim muito bacana. Estarei pretendendo estar mandando em gerundio… 
Fiquem com as imagens e vejam como estava bombando (uma pena =/):

Essa última foto é dos quisques de lanches. Putz grilla, tinha uma senhora que vendia Crepy que a @bezer_rinha pediu 2 de chocolate branco para ela e, sem brincadeira, ela fez uns 4 e ainda conseguiu errar mesmo com a bezerruda falando mil vezes o que queria. Eu fiquei com pena.

Fight!

Dito tudo isso desejo sorte ao grupo Multiverso que eles consigam se estruturar melhor e possam realmente construir uma marca forte e possam trazer eventos melhores. Porque o RS precisa de mais eventos de quadrinhos, definitivamente. E é sempre bom o clima de evento, não importa em que esfera. Sorte a eles, a nós (Que possamos deixar de sermos narutards, certo?) e que o RS possa chegar um dia a fazer eventos como uma Comic-Con de verdadinha. Ia ser foda, vai dizer?

Equipe TRG fazendo pose pra foto
Sim, nós temos biscoitos…

Toma Rumo Guri!!