Leitura Nerd VIII – Quase Kira

E aí, gente boníssima. Tudo em riba? Espero que sim…

Hoje vou falar sobre uma edição de um mangá muito famoso: Death Note. Maaaaas, calma… Antes que você fale que já sabe tudo fica de olho que talvez tenha uma edição que você não tenha lido. O quê? Uma história inédita do DN? Sim, e nem é tão nova.

Death Note – One Shot

A história se passa após a morte do mmmnnmm (sem spoilers, né? Até porque pretendo falar um dia da série como um todo…) e o mundo começa a ficar como era antes: muito violento. As pessoas se questionam se Kira não teria razão das atitudes que culminaram na série original. A barbárie humana começa a se alastrar novamente e pessoas continuam a torcer por um vingador, um justiceiro com as próprias mãos. Então algo impossível acontece: Outro caderno da morte cai em mãos humanas. Digo isso não pelo fato de um novo caderno aparecer, mas sim porque jamais imaginei que fariam uma sequência para esse que é o melhor mangá do mundo. Tá, um dos top 5. O original, viu? Huhu…
O maior detetive do mundo vivo – Você sabe quem, né? – então levanta-se para deter novamente essa força maior que os poderes dos homens e da lei. Alguns políciais começam a fraquejar, mas o tal detetive sabe que esse Kira não se compara com o Raito, ele é diferente. Única surpresa que vou estragar da leitura é que a diferença é que o novo Justiceiro é muito inferior ao original. Também, né… ideia copiada é brabo. O final é elucidativo e triste se pensarmos com a mente de um japonês.

A história é oscilante: Meio monótona na parte da população, mídia e policiais e muito interessante no que se refere a Near, L e até ao próprio Raito. A parte que Near tenta pensar como L e se lembra dos tempos de orfanato onde aprendeu uma lição de vida de L é muito boa. Não gostei muito que esse Kira – tá, não é o Kira – mata idosos em vez de criminosos, uma mescla de alívio para os idosos com uma limpa nos não contribuíntes do país. Vai se entender…

Enfim, é One Shot, rapidinho, pau e bola e vapt-vupt assim como  esse post. A nota? Beeeem… 79 porque vale mesmo só pelas parte do detetive.

Comics

#1 – Hulk #38 – 90
#2 – O Homem Aranha #146 – 87
#3 A Piada Mortal – Graphic Novels #5- 86
#4 O Homem-Aranha #3 – 82
#5 –  Grandes Encontros Marvel & DC #3Batman vs O incrível Hulk – 75
#6 – Dylan Dog #12 – 72

Mangás

#1 – Yu Yu Hakushô #1 – 94 
#2 – Death Note – One Shot – 79
Livros

#1 – Zona Morta – Stephen King – 95

Toma Rumo Guri!!