Coluna da Lois #11

 
Hello, my dears.
 
Como estar? Estou me restabelecendo in Brazil agora definitivamente e dificilmente querer voltar para USA, por mais bosta que esse país seja sinto me presa aqui graças ao carinho de meus leitores (nada a ver com o expurgo sofrido ou as sanções). 
Estar certa que ainda irei reaver meu prêmio Pulitzer mesmo preso nesse Deus me acuda chamado Brazil. Que shit!
Jorjão está aqui hoje enquanto escrevo e está cantando uma música linda em meus ouvidos. Uma canção que fala de como é bom voltar a infância e brincar novamente sem preocupações. Um grupo chamado Molejo, conhecem? Muito boa… Ele está vestindo uma calça jeans e estáa sem camisa exibindo aquele corpo subnutrido que és tão comum no povo tupiniquim, e nssas horas vejo como perdi tempo correndo atrás de gente bombada (superman), rica (Lutor) ou mesmo bons de cama (Olsen); até mesmo o poder me seduzia (White). Mas só agora aprendi o que é o super poder chamado paixão. 
Hoje serei breve, pois Jorjão está colocando a faixa 2 do CD do Molejo. CD… É impressionante como esse lugar é atrasado… Adoro isso! 
 
 Pra baixo e retrospeça! Existe isso? Agora
sim…
Beijos da sua amiguinha de
sempre, Lois Lane
Coluna Anterior da Lois Lane AQUI.

Continuem acompanhando a coluna
semanal da Lois Lane em terras brazucas num jornal fictício – Que por
coincídencia tem o mesmo nome de um jornal de verdade do Rio Grande do Sul que
tem capas como ESSA,
mas que em momento nenhum me influenciou em nada. Lembrando
que isso é um blog de humor e por isso não deve ser levado muito a sério. Fora
isso para quem não souber, a foto da garota que encarna o papel de Lois nesses
posts é a atriz Amy Adams que está escalada – Pelo diretor?! – para viver no
cinema a mocinha por quem o azulão vive babando. Feito tal comentários só me
resta dizer…
Toma Rumo
Guri!!