Papo Nerd 4 – Páscoa

E aí, galera que gosta dos ovinhos e de cenoura, huhu, tudo bom?

Quero comentar com vocês algumas coisitas, não muitas, mas mesmo assim consideravelmente algumas. O Papo Nerd diferente de muitas outras colunas é um canal direto pra papear sem ter um assunto específico. É um jeito de contar o que ando jogando ou dar conselhos de boas séries, ah, o escambal. Sendo assim quero hoje comentar algumas coisas que julgo importante que está se passando por aqui…

Primeiro: FELIZ PÁSCOA. Tenho muitas boas recordações dessa data, da família reunida e de comer muito chocolate. Como também sempre fui criado em uma igreja era sempre lembrado sobre a importância desse dia. E realmente o significado se perdeu entre a ganância comercial de venda de chocolate. Porém isso aqui não vai ser um papo chato, nem socialista, nem religioso. O certo é que é um tempo legal para refletir na vida. Eu olho pra trás olhando tantas coisas boas que vive com certa nostalgia e olho pra frente e vejo que não estou fazendo nada diferente. Não no contexto pelo menos, talvez só na forma. Isso ao meu ver é muito bom, pois não se muda a essência. Vejo hoje em dia tanta gente mudando simplesmente porque a sociedade lhe exige mais seriedade sendo que é tão melhor ser sempre criança. Lhes digo isso porque nessa páscoa comi um Lollo. Sim, um simples chocolate da Nestlé como qualquer outro. Mas eu comia ele na minha infância e isso faz muito tempo. Quando se transformou em Milkybar ele perdeu o sabor e também de certa forma um carinho que tinhammos por ele. E foi muito bom relembrar o gosto, o cheiro e bem, tudo que veio com ele. Nostalgia de uma infância que não morreu, apenas se renova de arcos em arcos. Como se o chocolate da Vaquinha servisse pra mostrar que dá saudades de certas coisas que passaram lá atrás, mas que os valores que dou pra elas é o mesmo. Enfim, nostalgia é bom para aqueles que dão valor. Dê valor para cada coisa e pessoa que você tem de especial. É uma boa mensagem de Páscoa. E também não esqueça que não é o chocolate. Há mais ou menos 2000 anos um cara muito bacana morreu pela raça mais escrota do universo e verteu seu sangue para que nos tornassemos brothers dele, do Cara lá de cima. E que não foi Goku, nem o Superman, mas Jesus que venceu a morte. Isso é muito legal, pois morrer por amigos e família muitos fariam, mas dar a vida por um inimigo, quem faria? Enfim, é uma mensagem bonita então por que esquecê-la?

Também queria dizer que to jogando Tomb Raider (esse novo) e to me amarrando. É viciante. Enfim, hoje cheguei a escrever o review dele, mas quero terminá-lo e ver se faço ele no Pankeka Games ou em uma coluna de Reviews. Vou pensar nisso. Lara tá hot, huhu…

Não sei o que fazer com Lost. Estou vendo uma temporada inteira em um fim de semana, o que dificulta comentá-los na coluna semanal Também vou pensar a respeito.

 E as colunas estão saindo direitinho acho. Uma ou outra posso pular, mas tão indo em frente. To trabalhando e estudando muito e infelizmente não me sobre muito tempo pra fazer o que realmente gosto. Não é engraçado? A única coisa que tem dado pra fazer do que gosto é ver coisas legais com a namorada como Lost. Já agradeço por isso, mas fiquem na torcida pra que chova tempo. Ah, to tentando escrever um novo romance, mas tá difícil pelo mesmo problema de relógio. Pelo menos um livro de contos eu fiz. Mas quero substituir algumas coisas. Bem, no mais é isso e deixo-vos uma tirinha antiga de Páscoa que fiz algum tempo atrás. Inté…

Toma Rumo Guri!!