Papo Nerd 5 – Fim de Lost, de Tomb Raider e da babaquice do dia da toalha…

E aí jovens. Tudo em riba? I hope so…

Essa semana teve bastante coisa no corrido dia a dia de um cara que tenta manter seu site o mais divertido e ideocrático mesmo nas atribuladas barreiras temporística do dia a dia, huhu…

Em suma… Foi uma semana difícil porque a minha peguete em tempo integral ficou doentinha. Porém tudo certo, ela está bem e eu posso lhes contar coisas boas para esse domingo, início de semana e fim de outra.

Finalmente terminei Tomb Raider, o novo. Vai rolar um review, e peço desculpas pois lhes devo bastante deles, mas já posso dar uma prévia do que achei: Excelente! Poucos jogos conseguem a diversão desse jogo e praticamente nenhum, com exceções homéricas, tende a originalidade e fuga da enfadice (de enfadonho, saca? =Pp) como o poessoal da Square Enix conseguiu para esse game. Pena que ela está mal das pernas e possivelmente não vejamos uma sequência. Mas enfim, chega disso que o review será o lugar para apontar os erros e acertos.

Posso contar-lhes um segredo? Ontem ( e início de madrugada de hoje) quase três anos do último episódio exibido assisti Lost, o episódio The End. O fim da grand season. E foi bem legal. Assistia na época que passava, mas a última temporada por um querer do destino ficou para trás. E olha que eu era daqueles que baixava logo que saíam e gostava dos debates. Enfim, quis o destino que vísse com a Mah e foi bem legal. Assistimos tudo desde o início e foi bom rever os velhos amigos. E também me despedir deles. O final? Bem, não é tão ruim quanto falam, mas podia ter sido melhor. Eu com certeza faria melhor, huhu. Podiam ter feito algo de universos paralelos, física quântica e eletromagnetismo, mas decidiram pela simplicidade. Enfim (2) muitos mistérios pra trás até torna tudo mais divertido com exceção de alguns furos. Mas com certeza é a série dos anos 2000 que mais teve impacto e com certeza marcou sua época. Sentirei saudades de James Ford, Kate, Desmond, Hugo, Jack, Ben e companhia. Vincent! Haha, bem, até uma próxima, Losties. É sempre difícil dizer adeus para bons amigos, seja em jogos ou em boas séries. Aliás eu fiz uma temporada inteira comentada, mas víamos muito mais do que conseguia escrever detalhadamente, agora não sei se continuo essa coluna. Veremos, mas deixem vossa opinião.

Aliás como eu falei no assunto anterior fisica quântica tem muito a ver com universos paralelos. Separei um documentário da inglesa BBC (Ótimos programas) sobre o assunto. Aliás a luz no centro da ilha podia muito bem ser Fótons vindo de uma dose maciça de eletromagnetismo o qual daria os poderes da ilha. Mas pensem também que muito mais plausível outros universos pra série do que o xalalá que virou. Enfim… Taí o vídeo:

Por último, e sim menos importante, queria fazer um desabafo: Essa semana teve a semana do dia nerd, dia da toalha e o escambal. Beleza, é um dia de alegria pros fãs de cultura pop, afinal é aniversário do Douglas Adams, mesmo que póstumo. Mas galera, tá virando babaquice. O aniversário do cara é legal de lembrar, agora fazer todo santo ano flash mob só pra ganhar coisas na blogosfera, se dizer nerd porque levou a toalha de rosto de seu pai para a escola ou parecer um retardado no Face não é orgulho, é vergonha. Como bons nerds que dizem que são tentem não ser instrumentos de manipulação dos grandes blogueiros e comemorem lendo o livro, postando um pedaço da obra no seu Face ou em última instância produza um conteúdo original e diga: EU TENHO ORGULHO DE SER NERD PORQUE EU SOU NERD! Tá bom, gafanhotos? Então tá padawans, tudo certo.

Uma boa semana a todos.

Toma Rumo Guri!!