The Last Goodbye – Adeus 2014 TRG

Bom, amigos. Este é o último post do ano. O TRG fez 7 anos agora no início de dezembro e agradeço a todos que nos acompanharam nesse último ano (e também aos que estão firmes e forte desde o começo…) porque sei que entre muitas atrações pela internet é difícil se manter fiel há alguma fonte de conteúdo. Agradeço-lhes, mas sei que é mérito, pois me dedico muito ao TRG. Ele é meu filho, ele sou eu. Sim, o TRG é minha alma virtual. Reproduz meus gostos, ainda que com um tempo limitado de minha dedicação.
Esse ano que passou investi nele com a compra de um microfone/gravador que pude usar pela primeira vez na edição desse ano da Comic-Con do RS. Na verdade a maior parte desse gravador foi um presente de meu pai que acreditou nesse trabalho que beira a uma traquinagem infantil. Agradeço a ele, agradeço a minha mãe por sempre apoiar também. Agradeço a Marcela porque além de fazer parte da equipe (na verdade ela sempre foi a segunda mão do site) sempre se desvira em divulgadora, crônista, resenhista e outros istas. Valeu.
Agradeço a todo mundo que de alguma forma participou do site seja escrevendo ou lendo as matérias. Esse ano conseguimos acessos para a Comic Con RS, para o AnimeXtreme, para a Comic Con Argentina e Sampa as quais não pudemos ir, assim como a Comic Con Experience o qual quase cheguei a aparecer por lá.
Pra 2015? Bom espero ir pra San Diego cobrir o maio evento nerd do mundo. Se vai rolar? Sei lá. Dinheiro não nasce em árvore, irmão. Vou tentar cobrir esse evento, mas não prometo. Assim como vou tentar divulgar mais, melhorar a estrutura do site e tentar perpetrá-lo para sempre na história da internet brasileira. Algumas vezes penso em desativá-lo quando vejo que um gif de uma mulher rebolando ou uma HUEragem tem mil vezes mais views e reconhecimento, mas não dá. Não consigo.
Mais uma vez agradeço a companhia de todos e desejo todas as coisas boas para vocês e famílias. Sejam felizes, vivam intensamente e continuem acessando o TRG. São mais de 300 mil views de história.
Que venham mais resenhas, mais videocasts, quem sabe podcasts? e toda sorte de postagens bacanas. Que Deus abençõe a todos nesse novo ano. Até 2015.

Ah, fiquem com a música The Last Goodbye do filme do Hobbit que assim como o ano seus filmes (polêmicos) deixarão saudades. Adeus 2014, obrigado pelos peixes. Bem-vindo 2015.

The Last Goodbye

I saw the light fade from the sky
On the wind I heard a sigh
As the snowflakes cover my fallen brothers
I will say this last goodbye


Night is now falling
So ends this day
The road is now calling
And I must away
Over hill and under trees
Through lands where never light has shone
By silver streams that run down to the Sea


Under clouds, beneath the stars
Over snow one winter’s morn
I turned at last to paths that lead home
And though where the road then takes me
I cannot tell
We came all this way
But now comes the day
To bid you farewell
Many places I have been
Many sorrows I have seen
But I don’t regret
Nor will I forget
All who took that road with me


Night is now falling
So ends this day
The road is now calling
And I must away
Over hill and under tree
Through lands where never light has shined
By silver streams that run down to the Sea


To these memories I will hold
With your blessing I will go
To turn at last to paths that lead home
And though where the road then takes me
I cannot tell
We came all this way
But now comes the day
To bid you farewell


Versão em português:


O Último Adeus

Eu vi a luz desaparecer no céu
No vento eu ouvi um suspiro
Enquanto os flocos de neve cobrem meus amigos caídos
Eu direi esse último adeus


A noite está caindo
Assim termina o dia
A estrada está chamando
E eu preciso ir
Pelas montanhas e abaixo das árvores
Pelas terras onde a luz nunca brilhou
Por riachos de prata que vão em direção ao mar


Por baixo das nuvens e das estrelas
Por cima da neve e das manhãs de inverno
Eu deixei para trás os caminhos que me guiavam para casa
E fui pela estrada em que eles me levaram
Eu não posso dizer
Nós chegamos até aqui
Mas agora chegou o dia
De dizer adeus


Já estive em muitos lugares
Já vi muitas lamentações
Mas eu não me arrependo
E nem me esquecerei
De todos que seguiram nesse caminho ao meu lado


A noite está caindo
Assim termina o dia
A estrada está chamando
E eu preciso ir
Pelas montanhas e abaixo das árvores
Pelas terras onde a luz nunca brilhou
Por riachos de prata que vão em direção ao mar


A essas memórias eu me segurarei
E vou seguir com sua benção
Para me despedir dos caminhos que me guiaram para casa
E fui pela estrada em que eles me levaram
Eu não posso dizer
Nós chegamos até aqui
Mas agora chegou o dia
De dizer adeus


Vou dar a todos um afetuoso adeus


Eras isso em 2014. TOMA RUMO GURI!!